- OPINIÃO

SIM TIVEMOS UM TOSTÃO.

OLÁ AMIGOS!

Decorria o ano da graça. 1985. Num domingo ensolarado o antigo CFC, atual CC, adentrava o gramado do Couto. Era a estreia no campeonato brasileiro, a taça de ouro daquele ano. O adversário o São Paulo dos menudos. Dino Sani era o técnico do CFC.

Lembro bem do terceiro gol coxa: Tobi, in memorium, lançou Lela na ponta direita, esse cruzou e antes que o Índio fuzilasse o gol são-paulino eu, em pé ao lado do fosso da Mauá, já estava comemorando. 3 x1. Fora o baile.

O próximo jogo era na quarta à noite e, novamente, lá estava eu no mesmo lugar. O adversário! o Cruzeiro mineiro, esse deu mais trabalho, era páreo duro. Foi um 2 x 1 suado. Não esqueço desse jogo por um detalhe.

O gol da raposa foi marcado por um certo Tostão. Comemoração simples, futebol refinado. Passado um tempo, para nossa alegria, lá estava o mesmo Tostão vestindo a jaqueta coxa. Chegou discreto e sem estardalhaço. Veio pelo Afonso Pena, não pelo terminal Guadalupe. Por ai dá pra ver a nipe do futebol do mestre.

Tostão encantou a torcida coxa. Do meio de campo fantástico formado por: Osvaldo, Serginho e Carlos Alberto, Tostão era o maestro da trupe. Toque de classe, cabeça erguida, drible em projeção e lançamentos precisos marcaram o futebol desse maestro.

O nosso ex rival vermelho e preto, era uma de suas vítimas favoritas. Gols decisivos. Não sei se o maestro ainda reside em Curitiba, Mas, fica o agradecimento deste que vibrou muito com seu belo futebol.

Particularmente e, é somente uma opinião. Achava o futebol do Tostão mais elegante que o do Alex. Somente uma opinião.

FABULATIVO

Gosto de ler os comentários dos rapazes nesse sítio. Leio o comentário do Thor em que diz o seguinte. “O que será das próximas gerações de torcedores do CFC?”. Tomo a liberdade de plagiar o comentário para perguntar. Nesse ritmo de administrações. Haverá próximas gerações?

Paulo Rink.

Créditos da foto: Autor Desconhecido.

Share Button

81 Comentários em “SIM TIVEMOS UM TOSTÃO.

  1. Não sei porque mas a imagem para ilustração me causou arrepios, o texto mais uma vez irretocável, perfeito. E hoje o club sendo dirigido com uns incompetentes.
    Lembram daquela menino da base acho que se chama Igor Jesus? E um tal de paixão? Diz a lenda , gostam de um lúpulo e se acham as estrelas mundiais. Menos meninos, menos, vcs não ganharam nada ainda.

  2. Me permita apenas uma opinião minha, mas acho que, Luiz Carlos, Struway, Sandoval, João Santos, foi meio campo mais criativo, se não fosse uma tal de Claudinho esse time teria chagando a final do brasileiro de 1998.

  3. Parabéns pela matéria, o craque a muitos anos tem uma escolinha de futebol no Xaxim, já teve uma no Pilarzinho.

    Mora no bairro da Boa vista em Curitiba.

    Para mim o maior camisa 10 da história do futebol do Coritiba

    1
    1. S. Namur era o mais preparado, tinha soluções. Q coloque em prática seu conhecimento e capacidade. Até escalar o time sub-20 ele fez, fato inédito em debates.

      1
  4. E esse negócio da globo enfiar 40, 60, 100 milhões em clube de série A e 7 milhões para os de série B vai quebrar muito time grande quando cair. Só vai sobreviver quem tiver competência, e isso a gente só tem visto pelos lados do Água Verde aqui em Curitiba.

    1
  5. Campanha de 1998 (6º lugar)

    26 jogos – 11 vitórias – 11 empates – 4 derrotas

    35 gols marcados – 31 gols sofridos

    Artilheiro: Macedo, com 9 gols

    Curiosidades

    – Nas quartas-de-final, cerca de três mil torcedores acompanharam a equipe em São Paulo, diante da Portuguesa;

    – O Clube conseguiu uma seqüência de nove partidas invictas, perdeu para o Cruzeiro, e novamente conseguiu manter-se sem derrota por mais nove jogos;

    – O forte da equipe foram os jogos fora de seu campo; em treze partidas, conquistou sete vitórias, teve três empates e apenas três derrotas;

    Fonte: Grupo Helênicos;

    3
  6. Concordo e assino embaixo, o Tostão foi o melhor 10 que tivemos de todos os tempos, quando surgiu no futebol já surgiu como promessa e quem o trouxe foi o Evangelino da Costa Neves e como o Alba escreveu foi trocado pelo atacante Edson.

    2
  7. Eduardo Requião Lopes dos Santos 42 anos

    Com “drible e enfrentamento”, atacante Júlio César é candidato para suprir carência no Coritiba

    Atacante pertence à Chapecoense e está de saída da Ponte Preta; Umberto Louzer destaca a importância de atacantes de velocidade e drible. “A gente tem buscado no mercado”.

    Por GloboEsporte.com — Curitiba

    1
  8. Tostao era genio. Refinado. Valia pagar o ingresso. Mas tambem so ganhou ruralzao. Fez parte do timaco de 89 que foi atrapalhado por nossos cartolas. Pra mim o craque do Coritiba foi o time de 85. Macho, limitado mas levantou a nossa principal taca. E so ver que fizeram num mineirao lotado pra essa geracao nutella entender o que e a tal mente forte. Hoje leva laco de URT com estadio vazio.

    1
  9. Tostão jogava muito, para mim nosso melhor camisa 10, já alguns preferem o Pensador de Colombo que sempre despreza a Instituição nacionalmente.

    1
  10. Informa; ao vivo e nos bastidores clube Alto da Glória Couto Pereira. Pudemos manter-se a promoções R$15, por 5 e vê 37 mil encher estádio com orgulho máximas, e o Coritiba FC estará de olho numa vagas entre os quatro, e se quizer subirmos, elite especíais brasileiros acessos e primeira divisão, foco.

    2
  11. Tem gente forçando a barra para se tornar conhecido, mas só por si não consegue kk
    A diversão não tem fim…só falta mesmo rodadas do Truco Comuna com um apple como troféu 📺🎙😂🤣👈

    1
  12. Simples torcedores não tem a mesma visão dos experts do futebol, a diferença é que nós nunca convivemos, frequentamos ou aprendemos com jogadores ou dirigentes de primeira grandeza.

    1
  13. Respeitem os especialistas da gorduchinha porque ela é redonda, senão querem ajudar é melhor apenas se calarem e deveriam apoiar o MIT incondicionalmente que nem Lobby e eu fazemos.

    1
  14. Sim tivemos um Tostão. E Evangelino. E Luiz Afonso Alves de Camargo. E Domingos Moro. E Estevão Damiani Neto. E Almir de Almeida. E Couto Pereira…mas para alguns a grande referência é Everest…

    1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *