- OPINIÃO

QUE TAL VENDERMOS* O CC?

Sei que o tema é polêmico. Porém, como somente meia dúzia de seis vê o mais feinho a proposta não deve gerar grandes “estouros”.

Claro, o escriba sabe de cláusulas pétreas e coisa e tal no famigerado estatuto do verde. Ok! Paradigmas estão aí para serem quebrados à todo instante. Porém, e sempre tem um porém, não custa “viajarmos” um pouco nessa maionese.

O verbo vender* está colocado, propositalmente, com intuito de causar um choque. No fundo a ideia é um novo modelo de gestão, já que o atual modelo de comandar a instituição fracassou.

Em 1990 o filosofo francês, Alain Lipietz lançava um desafio para a população mundial. Seu livro, Audácia, uma alternativa para o século XXI é uma cartilha de sugestões daquilo que poderia ser a nova sociedade mundial. Muitas de suas ideias, hoje embala nosso dia a dia.

Aqui tomo essa “audácia” de lançar a ideia de mudarmos radicalmente o modo de gerir o CC. Muitos vão dar risada ou dizer que é loucura e coisa e tal. Não é!

Nesse espaço, lanço a cartilha para o CC. Com uma única sugestão. A ideia é bem simples. Tirar os incompetentes, para ser simpáticos aos lunáticos da causa, e colocar profissionais de mercado e visão empreendedora.

Vou dar um exemplo. Lembro quando na década de 1990, sob o governo de Fernando Henrique Cardoso, começaram as privatizações no Brasil. Também, lembro quanto custava uma linha de telefone fixo na antiga Telepar. Muitos dos que faziam as gritarias era uma gentalha que mamava e, ainda mama, nas estruturas corruptas das estatais. Um povo que hoje tem um deus preso e faz baderna nas praças.

Fica muito claro, no meu entendimento, que a instituição passou do ponto de retorno. A continuar nessa toada o fim é logo ali.

No próximo post, vou dar mais detalhes de um estudo que arrepia até a medula, que foi feita sobre os clubes de Curitiba. O torcedor não imagina o tamanho do estrago à que é submetido o ex glorioso.

São nesses momentos que a tal “audácia” se faz necessário. Se olharmos para o nosso quintal vamos ver que foi isso que o nosso ex rival fez. Certo ou errado, não vem ao caso.

Tenho como ponto certo que por nossas forças somente não somos mais capazes de retornar ao nível, pelo menos mediano, de competir no futebol brasileiro. A incapacidade administrativa, os constantes rebaixamentos, o sucateamento moral, econômico, ético e patrimonial da instituição colocaram o CC num mato sem cachorro, ou num ponto sem volta. O futuro, pelo qual tanto temíamos chegou.

Já que não temos nos tais conselhos homens com aquilo roxo para peitar os grupelhos que, como praga, tomaram conta do CC, já que a incompetência parece estar no DNA do verde, vamos passar a bola pra frente e sermos felizes.

Claro, com uma administração profissional muitos com a vida mansa perderiam suas zonas de conforto. Auditorias e profissionalismo seriam essenciais para se conhecer o tamanho do rombo. Paciência! Alegria de uns, tristezas de outros. É a vida – daqui viria a gritaria.

O CC hoje é um grande feudo. O sistema atual de gerenciamento é um moribundo terminal e, impossibilita, por exemplo, que grandes profissionais de marketing adentre à instituição. Isso ocorre pelo simples fato que as alianças para se eleger o CEO, amarra o eleito, ao seu feudo natural. O resultado são as aberrações que vemos nessa área. Sócios carregando pernudos como fonte de renda soa como gozação. Infelizmente não o é. Assim, também discorre para o jurídico, financeiro, RH…

Esses ventos de modernismo há muito sopram pelo lado europeu. Grandes e tradicionais clubes, em suas terras, estão fazendo um novo caminho de gestão visando competir, pelo menos em melhores condições com aqueles mais tradicionais.

E aí. Vamos vender o CC?

Paulo Rink.

Share Button

48 Comentários em “QUE TAL VENDERMOS* O CC?

  1. Fui cobrado sobre a campanha do time no Brasileirão de 1989, aquele da canetada.

    Segue os resultados dos jogos, cada um tire suas conclusões.

    Coritiba 2 x 1 Grêmio

    Coritiba 1 x 1 Vasco da Gama

    Coritiba 0 x 2 Fluminense

    Coritiba 0 x 0 Cruzeiro

    Coritiba 3 x 2 Goiás

    Coritiba 2 x 1 Sport

    Coritiba 1 x 3 Palmeiras

    Coritiba 1 x 1 Bahia

    Coritiba 0 x 3 Portuguesa de Desportos

    Coritiba x WO Santos

    1. Albano, nobre Coxa Branca, posso estar enganado, mas levantamos também o rural invicto e foi o último ano em que realmente revelamos algum jogador bom na pela base, mas neste quesito posso estar sendo injusto. Mas lembro que foi este presidente que tentou fazer algo pelo CC, como a tentativa de colocá-lo na Bolsa de Valores ou algo assim. Mas espernearam tanto e melaram toda a situação. Eu acredito que foi por pura inveja.

      SAV

      1
  2. Ótimo texto do P. Rink. Devemos lembrar que a algum tempo atrás, quando a Caixa iniciou a “salvação” dos clubes de futebol com patrocínios, o governo deu uma mãozinha promovendo o parcelamento da dívida dos clubes brasileiros com o fisco. Dívidas parceladas e então os clubes poderiam receber as Certidões Negativas que seriam necessárias para receber patrocínio da Caixa. Como já divulgado o CC não conseguiu renovar o patrocínio da Caixa pois deixou de pagar o parcelamento da dívida. Não será tão cedo que o governo federal permitirá um novo parcelamento desse, resta saber se o clube já não foi excluído do parcelamento por não pagamento das parcelas devidas. Daí meu amigo, a dívida fica ainda maior pois o parcelamento tinha redução de multa e juros. Em suma, o CC fez de tudo para chegar onde chegou. Com aquela mãozinha amiga da IAV, que trocou votos por benesses, estamos vendo o fim de um clube de futebol. O que mantinha o clube menos pior era a média de público e sócios. Agora sem público, com queda de sócios, perda de patrocinadores, perda de verba com rede fechada de tv em 2019, dívidas que só aumentam, várias contratações e um time que não deu certo ainda em 2018 (e olha que estamos chegando na metade do ano), infelizmente eu não vejo outro fim para o ex glorioso. Difícil achar algum ponto positivo para o Coritiba de 5 anos para cá. O último suspiro foi os dois vices da CB.

    1. Para quem tem como ídolo e referência um ex paranista que mal jogou 1 ano no Clube,vamos esperar o que de credibilidade ou convicção.
      Dúvidas é só consultar o Tio Google pois está tudo registrado e arquivado!

  3. A verdade é que o Coritiba chegou nesse ponto não por falta de aviso. Infelizmente os aproveitadores sempre conseguiram manobrar a massa para se manter no clube mesmo as demonstrações financeiras já mostrarem a muito tempo que a situação sempre piorava. Realmente somos o novo Paraná. Hoje eles estão tomando o banho de realidade deles na série A. O que ainda pode dar um suspiro de vida seja a verba da TV que a partir de 2019 será distribuída de forma um pouco mais igualitária do que vinha acontecendo. Mas temo que o Coritiba perca o bonde da história mais uma vez, assim como fez o paraná quando não aceitou o convite para pertencer ao clube dos 13. Hoje vive às mínguas.

    1
  4. Eu concordo. Melhor uma gestão visando lucro, do que a atual que visa prejuízo. Aliás, vem se destacando nesse quesito.
    Dirigentes incompetentes cercados de pessoas incompetentes.
    Penso que querem criar caos e depois dizer que arrumaram alguma coisa. Isso é difícil, pois só fazem bobagens.
    Às contratações são um exemplo. Apenas jogadores que vivem machucados e quase nunca jogaram. Se forem desagregadores, perfeito! Se o empresário for italiano, mais que perfeito!

  5. Muito bom!

    É uma pena uma explanação tão rica com o essa – se concorda ou não, é outra história – não seja lida e abstraída por muitos. Ajudaria muito no re-crescimento do Coritiba.

    1
  6. Eu proponhos, pactos. “ Deste ano e respectivas pudemos ter recomeços inicíal competições brasileirão que seja melhorar muito desempenhos com raça e vontades de confianças, mostrasse para aos torcedores, e de Coritiba-FC acessos da 1ª. Divisão serão objetivos e dos clubes.
    Somos candidatos aos títulos sinceramente, temos campanhas vitóriosas, e conquistas com seriedades! ”

    Eduardo Rerquião Lopes dos Santos 41 anos

  7. Mais uma vez parabéns P.R.,mostrando como se escreve um bom texto sem estorinhas e nenhuma pretensão.
    Tiro meu chapéu para você,e quanto a vender o CC venderia na hora,só não sei se teríamos alguém interessado.

    1
  8. E digo mais,mesmo que retornemos para a Série A na mais varzeana Série B da história,não haverão aplausos,elogios ou comemorações.
    E continuaremos falar NÓS AVISAMOS,porque subir no meio dessa várzea não é mérito nenhum seus comédias,capachos e soldadinhos!

    1. Para esses apenas a volta para a Série A na mais varzeana Série B da história,já será digna de elogios,heróis,falsos ídolos e talvez até faixa na parede e estrelinha prata na camisa.
      E sabe qual o principal argumento? O argumento é porque é o que temos para hoje!!
      Kkkk

  9. Paulo Rink – Nobre Coxa Branca.. “Tirar os incompetentes, para ser simpáticos aos lunáticos da causa, e colocar profissionais de mercado e visão empreendedora.” Nesta parte do seu excelente texto, já mostra o caminho que a décadas deveriam ter seguido. Mas a vaidade e os pseudo conhecedores da causa só afundaram o Coritiba, hoje já nem fundo do poço temos mais.

    SAV

  10. Acho bacana quem torce pelo Quinteto Azul dar certo. Dizem serem torcedores assim como nós, mas não aceitar serem amadores e inexperientes não tem como comungar.

    Já começaram errado mantendo o jurídico q comemorou pena máxima naquela invasão imbecil em 2009.

    Me mostrem o q estão fazendo de diferente merecendo aplausos, venho aqui e bato palmas…
    {bravo}

    1
  11. Então vejamos. Quem se intitula como MAIOR e representante do torcedor coxa deve lutar por quem?

    A) Torcedores ( )

    B) Dirigentes ( )

    Nem falo nada de quem foi conselheiro eleito na gestão do J. Cirino e prefere não contar pra ninguém.

    Acho estranho, mas respeito.

    1
  12. Tem torcedores elogiando O Quinteto Azul pela transparência no caso do Mosquito,só não vi a mesma transparência na manutenção do jurídico,dos 95% do quadro dos funcionários que continuam o mesmo,na promoção do auxiliar do Alex Brasil,na renovação de contratos dos jogadores do empresário italiano…quem nasceu para ser capacho e soldadinho vai morrer assim!

    1
  13. Conversando hoje com alguns empresários Coxas, muitos me falarem, o que já muitos escreveram aqui, o quinteto azul não inspira confiança em investir. Inclusive já se sabe na Escócia por exemplo a organizada paga um aluguel para estender a sua faixa eles literalmente são uma empresa que concorre com outras para divulgar a sua marca. Segundo diz a lenda, essa proposta já foi feita dentro do Coritiba e muitos foram contra. E aí presidente Namur, vc cobraria ou cederia o espaço da sua organizada para a divulgação de um produto ou não? Ou vc cobraria da organizada, pelo menos? Eu cobraria já que penso que o CORITIBA FOOT BALL CLUB , está muita acima de qualquer organizada.

    1

Deixe uma resposta