- OPINIÃO

O DILEMA DOS PRISIONEIROS.

Olá amigos.

Os livros de economia trazem uma interessante equação. Trata-se do dilema de prisioneiros. São os jogos cooperativos de dois prisioneiros e seus dilemas.

Chegando ao fim a horrenda Série B a tábua de classificação mostra o tamanho do vexame ao qual o CC, ex Coritiba se meteu. Com o maior orçamento entre todos os participantes o clube verde ficou pelo caminho.

Aproveitando dessa anomalia, congênita na vida da organização, alguns espertalhões aproveitam a brecha para lançarem seus pitacos em relação a possível renúncia da cúpula diretiva. Sou contra. Não é essa ruptura que tenho proposto por aqui.

Primeiro por que a eleição foi um processo democrático e os resultados de campo não são combustíveis suficiente para isso. Se assim o fosse muito boca rota não passariam nem perto da Mauá.

Segundo, por que quem sairia e quem entraria é do mesmo nível. Péssimos. Também se assim não o fosse a instituição estaria em outro patamar. Se não o está, a culpa é dessa direção e das trezentas antepassadas.

Engraçado que alguns aproveitam a oportunidade usam a parca imprensa para dar seus pitacos.  Assim, como o CEO atual, uns tem a estranha mania de escrever besteirol. São os mesmos que quando administravam a instituição fizeram algo semelhante ou pior.

Quem me acompanha por aqui, sabe o que penso de todas as diretorias que passaram pelo CC nos últimos trinta anos. Com exceção do trabalho realizado, em 2003, pelo advogado Moro, todos, absolutamente, todos que se assentaram a cadeira de BOSS no Couto Pereira foram é são de uma ruindade espantosa.

O CC sempre foi o clube do inacabado. Todos seus projetos, sempre anunciados com galhardias, não saíram do papel. Sua gente tem na inércia administrativa sua marca maior. Não custa lembrar de um cidadão que anunciou que daria um tapa no Estado. Construiu um horroroso puxadinho no estádio.

Sou daqueles que pensa que dinheiro nunca foi problema para o CC. Sei que você deve pensar que isso é uma loucura. Porém, penso que mesmo que tivéssemos o faturamento de um Real Madrid, estaríamos na mesma draga que hoje.

O que falta e sempre faltou ao CC é gestão. É o mesmo caso do Estado arrecadador que impõe ao brasileiro a maior carga de tributos do mundo, enquanto classes de castas sociais se aproveitam e mamam nas gordas tetas da corrupção.

Não é qualquer cidadão que tem o “dom” de administrar um orçamento de alguns milhões. Embora pareça simples, verdadeiramente, não o é.

Um outro fator arrebenta e arrebentou o CC. Criou-se na torcida a bestial ilusão que grandes nomes do empresariado polaco seria a salvação. O tempo mostrou-se enganador.

Tanto isso é verdade que nos primeiros sinais de crise a torcida recorre a nomes “famosos” e confunde conduta ilibada com competência. Uma coisa é o sujeito ser honesto, boa praça. Outra, bem distinta, é ele ser competente.

Sempre desconfio de sucessos milagrosos no empresariado. Muitas vezes o afamado não é lá um grande gerenciador, mas sim um grande corruptor. Grandes conglomerados, investigados nos últimos anos, deram mais ênfase a minha tese.

A solução milagrosa do CC não virá sem traumas. Rupturas terão que acontecer. De todos os comandantes que passaram pelo CC como administradores, nenhum é a solução. A saída não mais está dentro do clube. Passa ao largo disso.

FABULATICO.

Há muitos anos num encontro da Voz entre um petisco e outro provoquei o Dr Moro com uma pergunta marota. “O SR. Como presidente do Coritiba, contrataria por R$ 200.000,00 um jogador mediano ou um excepcional executivo.” Moro me olhou, pensou e devolveu a pergunta. “E você?” Respondi. Um executivo!

Passados três dias Moro me envia um e-mail perguntando o porquê um executivo e não um jogador. Respondi que era bem simples. Um executivo com audácia traria recursos para contratar dez jogadores bons. Um bom jogador não traria retorno nem para pagar seu salário. Ele concordou.

Paulo Rink.

Share Button
Paulo Rink

Publicado por Paulo Rink

Veja todos os posts do Paulo Rink

159 Comentários em “O DILEMA DOS PRISIONEIROS.

  1. Espiem, copiem e se pautem com Paulo Rink, a aula é de graça e com embasamentos.
    Estorinhas são para boi dormir ou Cartilhas com noites de gala em doses homeopáticas.

    6
  2. Já falei minha tese e não é de hoje, faz anos e está anotado e comprovado no Tio Google que deixa tudo registrado e arquivado.
    O caminho mais curto, rápido e barato seria MCP como presidente executivo com o salário que fosse, fora isso só um milionário russo, árabe ou chinês!

    4
  3. Boa PR.
    Realmente o empresariado polaco é muito fraco.
    Ontem em conversa com amigos consultores comentamos sobre como o estado de Santa Catarina é mais desenvolvido e industrializado em relação ao Paraná. Aqui em nossas terras polacas o que sustenta é o agronegócio. O “grande empresário” do nosso estado, Joel Malucelli, agora começa a mostrar como enriqueceu tanto. Está no mesmo barco dos Richa. Lamentável.

    5
  4. De futebol nós Coxas na parte de gestão deveríamos aprender com o Tio Pet, em outras áreas um bom começo seriam aulas com o nosso Paulo Rink.
    Por isso que digo para aproveitarem, é gratuito, rápido e eficiente.

    3
  5. Querem soluções e caminhos a serem seguidos?
    Peguem tudo o que o Paulinho já escreveu por aqui, se tivessem coragem contratariam ele para uma consultoria, ao invés de pagarem fortunas para incompetentes ou se preocuparem com contadores de estorinhas com devaneios.

    5
  6. Em um Clube aonde a matemática de 24>88 é correta, vocês esperam o que?
    E depois tem gente que não fala em parte política, acham determinados assuntos superados é amplamente debatidos.

    4
  7. Parceria Indomável é??
    Essa a gente pula, fazer o que, afinal de contas para alguns esse é o time que nos deram para torcer.
    Mesmo na Série d com muita abnegação e amor incondicional.

    4
  8. Tem uma turma que gosta de abraços simbólicos, para mim falta do que fazer e criatividade, escutei rumores que estão planejando um abraço no Couto Pereira.
    Parem de brincadeira por favor!

    4
  9. Será que tem gente que acredita que com Júlio Rusch, Guilherme Paredes, Vitor Carvalho, Léo Andrade, Thalison Kelvin, Romércio e mais alguns piás do Couto, teremos uma base forte para mesclarmos com contratações pontuais e retornarmos a Série A?

    4
  10. Serão úteis para o futuro plantel e uma Série B mais varzeana e aguerrida?
    A única diferença da Série B ano que vem, é que não será a mais varzeana da história, mesmo assim continuará varzeana e ridícula.

    4
    1. Não sei hein Thor, eu ainda mantenho o que falei esses dias… Acho que será pior ainda a Bezona… Teremos o clássico Cuco (Cuiabá x Coritiba) , e outras durezas de encarar.

      3
  11. O texto é muito bom do amigo Paulo Rink, mas discordo da questão da renuncia, que deveria ter ocorrido há 6 meses atrás. Porém para minha total tristeza, na Gazeta do Povo agora o rapaz afirmou que não renuncia em hipótese alguma ! Pois segundo ele, o planejamento e o projeto traçado em 2017 está correto, com uma ou outra pequena correção !!! Deu uma aula de como ser torcedor, que ele em 29 anos foi um torcedor consciente, que sempre buscou informações do clube, e que se “o torcedor Samir” tivesse que dizer algo para o Presidente Samir em 2017 mesmo com o cenário difícil do rebaixamento, diria “siga em frente com seu projeto !”
    Ahh, e disse que a dificuldade no planejamento, foi porque ninguém esperava pelo rebaixamento ano passado, eles (chapa) foram surpreendidos, pois a tabela não indicava que o time seria rebaixado !!! Ou seja, ele não lê a meia dúzia de gato pingado, e vive no mundo dos sonhos.
    E avisou que agora o planejamento será voltado para a volta a série A em 2020, o torcedor pode ficar tranquilo. Culpou a chuva, os horários, a baixa qualidade técnica do Campeonato pela média vergonhosa de público. Enfim, um blá blá blá que certamente vai iludir bastante gente outra vez, não tenho dúvidas…
    Me dei o trabalho de perder meu tempo assistindo a entrevista dele ao vivo, e concluí: Continuarei longe do Couto por mais dois longos anos. E como já disse, a Série B do ano que vem tende a ser mais chinfrim que a deste ano, então subir não será nada de grandioso.
    Por isso discordo do Paulo na questão da renuncia… Quem vai assumir ? Que os trocentos Conselheiros (ridículo um numero tão grande) do Clube que se candidataram para tais cargos, busquem alternativas, sondem nomes, pois estão lá dentre outras coisas para isso, ou é só para ter carteirinha e bradar “sou Conselheiro ?”.
    Deprimente pensar no Coritiba…

    4
  12. Somos time pequeno, um torcida aonde dizem que tem 1 milhão de adeptos, não consegue juntar meia dúzia de gatos pingados numa manifestação, não tira um presidente amador que arrogantemente posa a maior tranquilidade e prepotência e ainda tem uma CONFRARIA conivente e que diz que nunca é o momento liderada pelo Arauto da Oposição, tende a desaparecer aos poucos definitivamente.

    5
  13. Incrível Thor, que aquilo que você bate tanto da diferença de pensamento do Tio Pet pro menino aí, foi nítido a entrevista inteira… O Planejamento dele só existe a palavra “cortar”, custo, despesa, pessoal, folha, etc. Em nenhum momento tem a palavra investir, buscar outras formas de receita, arriscar, etc, entende ? É o típico pensamento minúsculo, que qualquer um no lugar dele faria o mesmo. Incrível isso.

    5
    1. É um teórico Cristhiano, nunca administrou nada empresarialmente e quer dar palpites como fosse sumidade no assunto.
      É uma comédia pronta, assim como várias coisas que orbitam no Coritiba.

      7
  14. Os verdadeiros Coxas deveriam fazer uma comissão, e irem implorar aulas ou ajuda com o MCP. Ofereçam o Clube ao coronel , qualquer medida que ele tome será 10 milhões de vezes mais sensata que esses amadores, nem que incorpore o Coritiba a eles porque do jeito que está nós já acabamos.

    3
  15. Parabéns P Rink. Moeu de novo…

    Mas no pedestal dos arrogantes jamais irão pensar desta forma. E não duvido que em 2019, a luta será mais hérculea (se é que ainda teremos forças), para tentar uma vaguinha da Azona 2020. A imaginar os pestanas que irão desembarcar no Alto da Glória. Podemos imaginar nada de muito alegre.

    Já vamos avisando. E não é pessimismo, pura realidade.

    SAV

    14
  16. Mas um texto brilhante do Paulinho. Agora Pastana 🤦‍♂️🤦‍♂️? O único reforço que poderia vir lá debaixo seria o Carlos Werner, ( quem lê entenda) como diria alguns amigos meus, ” O Coritiba provou que o inferno tem subsolo. Parei, agora parei. O Sumir está chamando a torcida do Coritiba de idiota subliminarmente, só pode.

    8

Deixe uma resposta