- OPINIÃO

O CARTEIRO!

Infelizmente, vivemos hoje em dia numa sociedade xenófoba. A sobrevivência de muitos profissionais está ancorada no que denominamos de tecnicismo. Assim, profissões essenciais para o funcionamento da sociedade são denominadas de “invisíveis”.

Dentre estas profissões podemos destacar: o coletor de resíduo, a qual erroneamente denominamos de “lixeiros”, já que “lixeiro” é quem produz e não quem coleta, o frentista, o cobrador nos coletivos e o…. carteiro.

Cito o carteiro, pois este tem sido o profissional, pelo menos metaforicamente, responsável por entregar as cartas do CEO verde aos seus associados. O nosso CEO tem essa estranha mania. A de mandar torpedinhos para seus associados.

Analisando o último artefato é possível verificar o quanto o CC está sendo gerido por amadores. O CEO verde continua errando no método e no conteúdo. O CC não se resume aos seus associados somente e, sim à uma comunidade.

A carta anunciando que a instituição teria marca própria de seus uniformes é uma verdadeira incógnita. Comercialmente é um insulto.

Quem a lê tem a impressão que foi inscrita por um torcedor de arquibancada e não por um administrador responsável por uma instituição.

A constatação que o CC se tornou uma instituição periférica no futebol brasileiro se dá por uso de parâmetros. Quando comparamos nossas ações com clubes “nanicos” nos tornamos iguais. O contraditório também é verdadeiro.

Aos poucos a galera vai percebendo o estrago feito a instituição no passar dos anos. A conta, de anos de atraso, chegou e, temo que a mesma não aguente a trolha.

Ao anunciar que o clube terá uma marca própria em sua vestimenta nosso CEO quis dar uma de esnobe.  Escreveu, no seu pequeno artefato, umas besteirinhas e mostrou ao mercado que não entende do riscado.

Não é bem assim. Devida a ruindade administrativa de sua gente, hoje a instituição experimenta alguns conceitos, muito usado em administração e tão pouco utilizado no dia a dia do clube.

Se fosse do ramo nosso CEO saberia que Michael Porter, famoso escritor americano, em seus estudos sob as indústrias elaborou o que denominou as cinco forças competitivas na indústria, ou cinco forças de Porter.

Embora não pareça o CC está situado numa indústria. Não cabe aqui e, nem é o tema do post aula de administração de empresas.

Dentre as cinco forças de Porter, está a instituição a experimentar ferozmente uma. O poder de negociação dos fornecedores.

Acontece que pelas mazelas a que foi submetido, o clube não tem nada a oferecer como contrapartida.

Nesse quesito não temos nada, absolutamente, nada a oferecer nesse momento. Não temos ídolos, nossa torcida diminui a olhos nus, nosso BOSS expõe, publicamente, que estamos em situação falimentar e nossa casa…

O fato é que não temos mais poder nenhum de negociação com os fornecedores. Vide o caso da RPC na comercialização dos direitos de transmissão do ruralzão. Este é apenas um dos muitos malefícios que sofre a instituição.

Pela nossa ruindade hoje somos obrigados a aceitar as migalhas oferecidos pelo mercado, isso quando nos oferecem alguma coisa. Logo nem isso teremos.

FABULATIVO.

Pouco tenho visto a copa (i) munda da fifa. Porém, Cristiano Ronaldo é o cara. O resto é marketing.

A liberação de pangarés, antes denominados por entendidos de craques, mostra que a nau coxa está sem rumo.

Paulo Rink.

Share Button
Paulo Rink

Publicado por Paulo Rink

Veja todos os posts do Paulo Rink

83 Comentários em “O CARTEIRO!

  1. Nesse quesito não temos nada, absolutamente, nada a oferecer nesse momento. Não temos ídolos, nossa torcida diminui a olhos nus, nosso BOSS expõe, publicamente, que estamos em situação falimentar e nossa casa…(2)

    Sem mais…

  2. Grande texto, Paulinho, mais uma aula para os MOLEQUES metidos a dirigentes de futebol, lembrando que o Sta Cruz que um exemplo para o quinteto azul esta na serie c e perdeu ontem para os poodles do Acre. Só pelos exemplos que Namur e companhia querem usar, me causa calafrios quando penso no futuro do club

  3. Ao invés de ficar pensando na Menor Torcida deveria usar suas habilidades pra conseguir acessos no Tio YouTube. A coisa está bem fraquinha, poucas visualizações.

  4. E também perguntar para seu colega de bancada como foi aquela P.I. (Parceria Indomável). Aproveita e pergunta como foi a experiência em ser politiqueiro na época q o MAIOR cobrava firme o GGzinho…

    Mas cobre a missa inteira, só a metade não vale hehe 😎🐓😂👀

  5. Parabéns PR. Mais um ótimo texto. Só como complemento sobre nossa força de negociação, basta lembrar que a CEF ofereceu patrocínio maior ao PR Clube em relação ao CC.

  6. Outra coisa que não entendi. O Rafhael Lucas jogou alguns meses atrás contra o Criciúma, entrou bem no segundo tempo, fez mais em 20 minutos do que todos os outros haviam feito em 70 minutos de jogo. Agora não é nem relacionado para as partidas.

  7. Já assistimos a 1/3 da série B mais varzeana da história, e até agora não conseguimos nos firmar no G4. Alguém ainda acredita em série A ano que vem?? Já que não tem competência para trazer reforços então que chame o Chick Jeitoso. Vai que o sobrenatural ajuda.

  8. Nesse quesito não temos nada, absolutamente, nada a oferecer nesse momento. Não temos ídolos, nossa torcida diminui a olhos nus, nosso BOSS expõe, publicamente, que estamos em situação falimentar e nossa casa…(3)
    Cada texto uma nova aula!

  9. O famoso Ken comédia e suas estorinhas furadas são o retrato de quem pensa representar algo!
    Viramos medíocres com essa turma,disputamos a Série B mais varzeana da história mas merecemos a Série D na realidade.

    1. Todos oriundos do mesmo lugar,só algumas mudanças de nomes mas a origem do problema é a mesma.
      Capachos, soldadinhos cobrem de verdade e não apenas façam de conta!

      3
  10. Se o Coritiba tivesse 3 jogadores razoáveis levava essa Bzona no fio do bigode, fim do ano fechava a porta com o pé e ia pro churrasco. Mas nem isso nós temos. Será sofrimento até a última rodada (sendo bastante otimista). Porque pelo futebol apresentado é possível que algumas rodadas antes do fim já não exista chance matemática. Agora que passamos a pegar os times que lutam na parte de cima da tabela, estamos sofrendo. Da rodada 10 até o fim do turno (próximas 7 rodadas) é que teremos um retrato fiel desse time.

    10
  11. Com os jogadores que tem o Coritiba não convence nesse sistema 4-2-1-3. Era pra ser um sistema bastante ofensivo com apoio dos laterais se torna um 2-2-3-3. Mas o time tem dificuldade em marcar mais que 2 gols por jogo. Também falta alguém que chute bem de média distância pra abrir a retranca dos times que vem jogar aqui, como foi contra o Figueirense.

    9
  12. Na minha opinião essa evolução do Projeto Vencer era esperada quando os sócios elegeram o J. Cirino. No segundo ano de gestão rebaixou o clube no centenário com perda de 18 mandos.

    O resto até hoje todo mundo já sabe…

    3
  13. As coisas do Imortal viraram um grande repeteco.

    Apoiadores e Adeptos do Projeto Vencer tentavam desvincular o Mito do J. Cirino.

    Agora querem desvincular o S. Namur da Coxa Maior.

    É só conferir, ta tudo no Tio Google 👨‍👨‍👧‍👦🏆👀

  14. Tenho sentido falta também de alguns Mentes Fortes ou melhor Mentes Fracas,devem estarem dando um tempo ainda para uma melhor avaliação e fazer uma média em todos os lados.

    7

Deixe uma resposta