- OPINIÃO

O ABNEGADO. POR ANTÔNIMO.

Abnegado: na classe gramatical é adjetivo e substantivo masculino.

Sua etimologia vem do latim – abnegatus.

No substantivo: Indivíduo desinteressado; quem se caracteriza por possuir abnegação; sacrificado, devotado: sujeito abnegado.

No adjetivo: Que não age por interesse; que renuncia as suas próprias vontades em função de uma outra pessoa; que é altruísta; que age com abnegação.

Seus sinônimos são: altruísta, desprendido, filantropo e desinteressado.

Seus antônimos são: egoísta e interesseiro.

A flexão do verbo é –  abnegar –  no particípio.

xxxx

No esporte brasileiro temos diversos abnegados.

RT e Nero, não o imperador romano, pela CBF, Carlos alguma coisa pelo COB e assim por diante. Nas federações, então, nem se fala. É um amor platônico.

Cada clube deste rincão tem o seu abnegado. No atual momento o maior dos abnegados, por um clube, é Paulo Nobre.

O ex presidente do Palmeiras, com sua abnegação, deu ao clube paulista dois títulos a nível nacional – copa do Brasil e campeonato brasileiro – tirou o clube da masmorra administrativa, elevou as receitas e doou de seu próprio bolso um centro de excelência ao CT do clube.

Também fez empréstimos bancários com juros camaradas em seu nome para a instituição e usava suas aeronaves pra buscar jogadores importantes para o time quando estes estavam atuando pelas seleções em outros países.

Assim, pode se concluir que Paulo Nobre está incluso em todas as classes gramaticais expostas, menos no antônimo.

Porém, nem toda agremiação possui a sorte de ter em seus quadros gente altruísta com este desprendimento e amor pela entidade.

No oceano destas entidades desfavorecidas está o CC. Entidade a qual comparo com uma curva de rio: quando não para enrosco para tranqueira.

O CC possui, certamente, o maior número de abnegados por metro quadrado desse país tupiniquim. Tem de todo tipo, tamanho e gosto.

A lista é grande e para não cansar o prezado leitor vamos minimiza-la.

Tem abnegado que empresaria uma lista infindável de tiriças. Como é abnegado sua preferência e sempre pelo CC.  Nas palavras, ele age no adjetivo. No método, no antônimo.

Qualquer candidato a pernudo é logo oferecido e convenientemente, aceito. O assombro responde pelo nome de “reforço”. Como a lista de Stivies (sic) no CC é grande e traz o ranço do paranito… segue o funeral.

No passado Teve abnegado que de tanto sacrifício e amor pela instituição recebeu como recompensa o garboso nome de gerenciador de alguma coisa, outros receberam da massa uns carguinhos nas esferas políticas da city.  Poucas instituições no mundo possuem este luxo.

No passado teve abnegado que pagou de seu próprio capilé carro de som e montou barracas nas praças da city para protestar contra um presidente da agremiação. Um amor extraordinário. Verdadeiros Tarzans da selva de pedra.

Outros abnegados sonham em trazer ao CC uma arena de outras galáxias. Com heliporto, aeroporto e como será de outras galáxias, claro, precisa de um oviniporto. Dizem que o Trump é quem irá inaugurar.

Outros findam estacas e ditam as regras de importantes departamentos de invencionices, mesmo depois de terem dado vexames nacionais. O mais famoso é o rodo. Rapaz atlético (ops) televisivo, com peito de pombo e incauto no Brasil todo

Tem abnegado que se diz admirador das ideias de Karl Marx – o alemão socialista – embora use ferraris, porches e lacoste. Um socialismo moderno pregado pela alma mais honesta desse país.  De tanta abnegação ganhou umas bufunfas para concorrer num carguinho por aí.

Têm abnegados que são mais criativos. Criam listinhas nas redes sociais com sugestivos pseudônimos. O que pode parecer trairagem e falta de caráter é na verdade fruto de um amor avassalador. Não é amor de verão. Este sobe a serra.

Claro que esta lista está no antônimo de abnegado. Particularmente na palavra interesseiro.

Paulo Rink

Share Button
Paulo Rink

Publicado por Paulo Rink

Veja todos os posts do Paulo Rink

278 Comentários em “O ABNEGADO. POR ANTÔNIMO.

  1. As vezes da vontade de ir as lágrimas lendo certas declarações.

    Teve um q dizia assim: “Os verdadeiros coxas são aqueles q frequentam o estádio”.

    Depois mudou para: “Os verdadeiros são aqueles do sofá” kk

  2. Tem abnegados que mandam meninos para terra do Mickey,é muito legal ver esse amor desse pessoal em querer ver a alegria desses jovens sem nenhum interesse,apenas tem um coração bom e puro.

  3. Tem abnegado que reclama que participou da ideia do BANDEIRÃO,GREEN HELL,RUAS DE FOGO e não é reconhecido.
    Até acho que esse tipo de abnegado deveria ter cargo remunerado,mesmo que não seja de sua respectiva área profissional.
    Mereceriam o reconhecimento!

  4. Tem abnegados que viajam para locais longínquos,conseguem parcerias,troca de conhecimento e experiência profissional.
    Bancam de seus próprios bolsos,passagens aéreas,estadias,alimentação,com total desprendimento e amor ao Verdão.

  5. Tem abnegados que levam as roupas dos meninos da base para serem lavadas,lhe dão apoio psicológico,ajudam com conselhos,orientação e zelo.
    É de cortar o coração!

  6. Só pra terminar aquele assunto de pressão e cobranças de torcedor na cabeça dos pangarezinhos é bom eles irem se acostumando. Futebol sempre foi e vai ser assim.

  7. Destas semanas reuniões, entre empresário de Ronaldinho Gaúcho e Assis e vão mostrará para o Gaúcho representar propostas para eles e todas condições e vir; jogasse com time e ter marcas das camisas oficíais e faixas para vendas nas lojas e do Alto da Glória Couto Pereira nos cantos á, Cidades parananenses para aos torcedores se associe e vestir resgatar nossos futebol todas competições pelas frente termos necessariedades com politicamente ao Coritiba-FC com pés no chão, e ter boas confiantes destas temporada e 2017. Eduardo Requião Lopes dos Santos 40 anos.

  8. Quase um time do Coritiba e de um empresario só, sem contar que eu gostaria muito saber quem lucrou com o Lucas Claro, influencia forte tem o menino no conselho hein, será que não tem conflitos de interesses?Afinal perguntar não ofende?

Deixe uma resposta