- OPINIÃO

FALÊNCIA MORAL.

Leio com muita atenção, a carta bomba enviada pela atual direção do CC aos seus associados. Entendo que cometeram dois pecados capitais na formulação do artefato. No método e no alvo.

Primeiro erro. O alvo.

Enviar uma manifestação somente para os associados é pra lá de inócuo. Como sabemos, devido a ruindade administrativa, hoje não temos lá um grande número de associados. Logo a representatividade tem o valor igual a zero. Porém, esse é um assunto que diz respeito a todos os aficionados do verde.

Segundo erro. O método.

A carta, eufemismo de incompetência, mostra a malignidade. Porém, esconde propositalmente, o vírus patológico causador da doença. A atual direção – continuação da administração anterior – comete os mesmos erros das administrações anteriores.

Portanto, não tem diferencial algum. Entendo que a muitos anos não temos dirigentes no CC. Não chega a ser uma vacância de poder devido aos postes, colocados pelos associados, para ornamentar a cadeira mor.

Que a situação do clube é catastrófica, isso ninguém em sã consciência pode negar e por aqui o NÓS AVISAMOS faz eco, embora mocinhos famosos não gostem muito.

Dizer que o clube está em situação falimentar e chorar as pitangas também não vai resolver a situação.

O que a galera quer saber é quem colocou o clube nessa situação e o que, juridicamente, vai se fazer ou está sendo feito, ou se deveria fazer. Essa é uma questão também difícil dada a qualidade do departamento jurídico da instituição.

Há, claramente, uma incongruência na carta endereçada, erradamente, aos associados. Pelo que me consta os mesmos causídicos são matusaléns de outras administrações. Portanto, responsáveis diretos por muitos destes contratos feitos com pernudos e treineiros. Logo a tão moderna e diferenciada administração não é tão diferente assim, como lardeiam os propagandistas da seita.

Também o atual CEO era presidente de um destes inúteis conselhos que emperram o CC. Portanto, segundo suas próprias palavras conhecia, como a palma da mão, a instituição.

Esse é o CC em sua essência. Sempre o mesmo script. Nada de novo. Como essa administração é uma continuação da passada, fotos comprovam isso, soa estranho o choramingar dos rapazes.

Lembro que no começo da administração passada os meninos que assumiram fizeram algo parecido. Foram à imprensa, fizeram um blá blá blá contra a administração anterior e… caímos novamente. Ou seja, nada de novo.

Ora, qualquer aluno de primeiro ano de administração sabe que para qualquer coisa administrada o mínimo que se exige é um trocinho chamado planejamento estratégico, coisa que bons rapazes nunca fizeram no CC. Claro, a atual diretoria também não tocou no assunto.

Ao expor de forma errada e genérica as “administrações passadas” a atual direção comete o mesmo erro e o primário amadorismo, raiz da nossa mazela crônica, das anteriores.

Quem me acompanha, por aqui, sabe o que penso sobre os administradores do CC nos últimos trinta anos. Todos, sem exceção, foram uma lástima.

O que a atual direção, na verdade está fazendo é jogar para a galera. Fizeram um amontoado de propostas vazias, amparados por deslumbrados rapazes midiáticos, para ganhar a eleição e agora não estão dando conta do recado. O melhor seria a renúncia coletiva. Passaríamos a régua e começaríamos… de novo.

E corrente segura, no meio de homens de negócio e visão estratégica, que os atuais timoneiros da instituição são fracos. Isso já era debatido no meio, durante a campanha eleitoral. Seus pronunciamentos são inseguros, sem nexo e logica. Somente séquitos e bajuladores, com notórios interesses, pensam o contrário.

Dizer que a culpa é das administrações anteriores é o mesmo que culpar o padre pelos pecados.

Ora, se a atual direção estivesse mesmo empenhada em mostrar a real situação falimentar da instituição e seus malfeitores, responsáveis pelo caos, contratar-se-ia auditoria independente, colocaria os pingos nos is e não soltariam falácias.

Há, nessa história toda muitos culpados. Ninguém é santo ou inocente. São perdas lamentáveis. Seja por falta de pagamentos de obrigações, até invasões de campo por grupos organizados, passando por estranhos financiamentos. Sempre, quem arcou o ônus foi a instituição. Embora bocudos fossem à imprensa dizer o contrário.  

O CC caminha, a largos passos para a sua extinção. Tenho escrito, por este espaço, que não temos inimigos atrincheirados. Nós mesmos os criamos.

FABULATIBA.

Horroroso o uniforme usado no suado empate contra o Boa. Faz parte do enterro das tradições de uma gente.

FABULATIVO.

Fico a pensar se o povo acordou com a morna recepção da copa (I) munda da FIFA. Estaria o povo a ver que para se construir uma nação é mais importante juízes fortes que craques de chuteira?

Paulo Rink.

Share Button
Paulo Rink

Publicado por Paulo Rink

Veja todos os posts do Paulo Rink

130 Comentários em “FALÊNCIA MORAL.

  1. O MAIOR se diz representante informativo da torcida, mas não fala nada sobre o dono do pedaço ter feito P.I. (Parceria Indomável).

    Estranha essa forma de informar. 😎

  2. A única negativação ao valoroso texto do PR deve ser um “bunitinho”…

    Mas ao que interesse… novamente, mais um bole texto produzindo pelo PR, a cristalinizar a verdadeira situação do Coritiba. Com base, com referências e com história. Apenas leitores com alguma lesão intelectual, por não entender o texto, ou com alguém com má fé para criticar e negativar tão informativo texto. Digo critica, porque refugar é impossível.

  3. Aguardo ansiosamente o próximo episódio cheio de animação e diversão. Com um pouco de capricho os 50 Mil Acessos serão facilmente atingidos. 😉

    Maior precisa justificar o apelido hehe 😛

  4. O famoso Ken fiquei sabendo que entende além de suburbana, handebol, vôlei, basquete, natação, automobilismo, truco, tênis de mesa…pqp é fera mesmo!👏👏👏👏

  5. O texto do Paulinho, está magnifico, extraordinário, espetacular, uma verdadeira obra prima.

    Soube agora a pouco do falecimento do ex presidente Sergio P, que o Céus o confortem a sua família, meus sentimentos a toda a família. Esse sim salvou várias vezes o Coritiba da falência. Muitos amigos meus tinham divergências quando ele ia cobrar o que era justo,pois o Club várias vezes correu atrás dele e nada mais justo do que ex presidente (saudoso) Sergio P.cobrar, nunca vi problemas diante disso.

    Mas os mesmos que achavam que o ex Presidente Sergio P, deveria dar mais um voto de confiança,nunca os vi cobrar a venda do Lucas Claro (apenas um exemplo) quando apenas o seu empresario encheu os bolsos, com o club ficando a ver navios.

    Não tenho dúvidas da saudade que o ex presidente Sergio Prosdocimo vai deixar nos corações do grandes CORITIBANOS e de toda a sua querida família.

    1
  6. Apenas uma dica, bem que o Bagio que um dos vice presidente, poderia usar a influencia como empresario e levantar junto as financeiras uma quantia para ajudar o club. Lembrando que o ex presidente Sergio Prosdocimo ( tirando do bolso) fez várias vezes isso. Reforçando que não estou nem dizendo para o Bagio tirar do bolso.

  7. Alguém lembra na época o Everest chamando torcedores para se reunir com ele?

    Não foi na época daquele “Uma nova forma de torcer” – Revolução Coxa? 😯

    1. As vezes acho que o everest está dentro do club muito bem enrustido, mas acho que é apenas ilusão da minha parte. Mas quem anda tento um serie de coincidências isso tem 😯 😯

  8. Diz a lenda que teve um jogador que falou que a suposta cobrança foi mais um teatro do realmente um cobrança de fato, até porque pouparam o presidente responsável por tudo diretamente. Se foi fato desconfio que o presidente Namur deu um tiro no pé,mas vá saber se é verdade, tudo isso?

    1
    1. Luiz, os contatos e fãs ele não perdeu com certeza. Tem gente q acha ele bom mesmo tendo como limite o Lixão Estadual q até o fantasma andou faturando. ❗

  9. Essa tática de chamar torcedores e formadores de opinião pra conversar já é manjada. Contam uma estorinha, as vezes com direito a kit. Voltam deslumbrados como se estivessem usando Carção Largo. 😥

Deixe uma resposta